Ortodontia

A ortodontia é a especialidade que tem por objetivo diagnosticar, prevenir e tratar os problemas de posição dentária e dos ossos da face.
Esta especialidade estuda o crescimento, desenvolvimento facial e desenvolvimento dentário (dentadura decídua, mista e permanente).

A ortodontia se divide em:

Preventiva: identificação precoce dos fatores que levam à formação de má oclusões, tratando-os antes mesmo que eles realmente interfiram na dentição. Significa que uma constante, dinâmica e disciplinada vigilância é necessária ao paciente e ao ortodontista para a manutenção da oclusão dentro dos limites normais em um determinado período.

Interceptiva: a interceptação implica que uma situação anormal existe e a ciência é empregada para reconhecer e eliminar potenciais irregularidades e más posições no complexo dentofacial em desenvolvimento deve ser criteriosa, principalmente na utilização de procedimentos clínicos que impedem a progressão de más oclusões, melhorando ou transformando-os em oclusões normais.

Corretiva: correção em ortodontia é o procedimento clínico que permite a correção das más oclusões por meio de aparelhos ortodônticos fixos e/ou removíveis, geralmente no final da dentição mista e dentição permanente.
Os dentes mal posicionados dificultam a higienização, favorecem a inflamação gengival, o surgimento de cáries e acúmulo de cálculos (tártaros).
A posição correta dos dentes e ossos maxilares, além de estética, é fundamental para as funções mastigatórias, deglutição, fala, respiração e sono.